INFORMATIVO

SEDE SANTOS, COMPLETAMENTE!

“Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na

vossa ignorância; pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos

santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede

santos, porque eu sou santo” (1ªPedro 1:14-16).

Creio que todo crente verdadeiro deseja uma vida avivada espiritualmente e,

gostaria de ver e fazer parte de uma Igreja viva, comprometida, rica em “consolação de

amor”, “comunhão do Espírito” e “entranhados afetos e misericórdias”. Em outras

palavras, todos nós queremos uma Igreja avivada. Entretanto, somente a teremos

quando cada um, individualmente, e todos, coletivamente, decidirem pagar o preço da

santidade.

Enfática e taxativamente Deus disse: “Sede santos, porque Eu sou santo”. Não

há dúvidas de que Ele está falando de uma santidade integral (psicossomática), ou seja,

uma santidade que inclui o domínio sobre nosso corpo e alma (vontade, hábitos e

pensamentos). Aliás, os nossos pensamentos são tão importantes para Deus, quanto as

nossas ações e, portanto, são absolutamente conhecidos por Ele (Salmo 139:1-4).

Devemos sempre nos lembrar de que Deus está interessado em regular tanto a nossa

conduta externa, como, também, a nossa disposição interna, ou seja, as nossas ações e

as nossas motivações. Por isso, o mesmo Deus que ordena não matar, também ordena

não odiar...

Como templo do Espírito Santo, devemos glorificar a Deus por completo, tudo

que há em nós precisa estar sob o domínio do Espírito, por isso, a oração do salmista

(Salmo 19:14 - “ As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam

agradáveis na tua presença, SENHOR, rocha minha e redentor meu!”), precisa se

transformar em nosso principal desejo e desafio. A nossa luta contra o pecado é diuturna

e o segredo para a vitória é a busca pela santidade.

O conceito de santidade pode parecer um tanto arcaico para o nosso tempo. Para

muitos, inclusive, na Igreja, o termo evoca estereótipos (vestuários ou aparências) ou

aparece associado a determinados chavões. Em alguns círculos, a santidade é

identificada com uma série de proibições (não isso, não aquilo, etc...), em outros, com

determinadas atividades (“vigílias”, “jejuns”, “correntes de orações”), que mesmo tendo

significado e valor, não constituem a essência da santidade, da espiritualidade integral

(veja Isaías 58).

O termo “santo” aparece, em diversas formas, mais de 600 vezes na Bíblia. Ser

santo é ser moralmente irrepreensível, significa ser separado do pecado e, portanto,

consagrado a Deus (Filipenses 1:27).

O apóstolo Paulo usou a palavra SANTIDADE em contraste com uma vida de

imoralidades e impurezas (Leia 1ªTessalonicenses 4:1-8); O apóstolo Pedro a usou em

contraste com uma vida voltada para os desejos ímpios (Leia 1ªPedro 1:14-16); E, o

apóstolo João a usou em contraste com os que fazem o mal e são perversos (Leia

Apocalipse 22:11-12). Portanto, os apóstolos nos ensinam que viver uma vida santa é,

pois, viver uma vida em conformidade com os preceitos morais de Deus em oposição

aos caminhos pecaminosos do mundo. É um despir-se e um revestir-se ininterrupto!

(Leia Efésios 4:22-24 e Tito 2:11-14).

Finalizando nunca é demais ressaltar que no caminho da santidade não há

atalhos e o segredo do sucesso está nas palavras do salmista: “De que maneira poderá o

jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra. De todo o

coração te busquei; não me deixes fugir aos teus mandamentos. Guardo no coração as

tuas palavras, para não pecar contra ti” (Salmo 119:9-11), bem como, nas

recomendações do apóstolo Paulo: “Tendo, pois, ó amados, tais promessas,

purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a

nossa santidade no temor de Deus” (2ª Coríntios 7:1). É tempo de santidade!

Rev. Marcos Antonio Serjo da Costa

Pastor Sênior da IPC


Titulo fixo

IGREJA PRESBITERIANA DE CUIABÁ

TEMPLO DA TREZE
Rua Treze de Junho, 148
Centro Cuiabá  | 78005-250

NOVO TEMPLO
Av. Hist. Rubens de Mendonça, 6015
Morada da Serra I Cuiabá  | 78055-000

CONTATO

Fone:  65 3624.4917 
E-mail: secretaria@ipcuiaba.org.br

REDES SOCIAIS

Siga a Igreja Presbiteriana de Cuiabá nas redes sociais.

Copyright © 2015 - Igreja Presbiteriana de Cuiabá - Todos os direitos reservados. Desenvolvimento e-design / crausdesign

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo